"Somos todos viajantes de uma jornada cósmica - poeira de estrelas, girando e dançando nos torvelinhos e redemoinhos do infinito. A vida é eterna. Mas suas expressões são efêmeras, momentâneas, transitórias. " Deepak Chopra

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Mude - Pedro bial

3 comentários:

Anônimo disse...

Você publicou o vídeo Mude, como sendo de Pedro Bial.
Não é erro seu, mas de quem gerou o vídeo.
Sou o autor do texto.
Detalhes no www.Mude.blogspot.com - onde você poderá ler o poema na íntegra, bem como ver o livro Mude, editado pela Pandabooks.

Abraços,

Edson Marques disse...

Você publicou o vídeo Mude, como sendo de Pedro Bial.
Não é erro seu, mas de quem gerou o vídeo.
Sou o autor do texto.
Detalhes no www.Mude.blogspot.com - onde você poderá ler o poema na íntegra, bem como ver o livro Mude, editado pela Pandabooks.

Abraços,

Obaositala disse...

Edson, lamento muito ter publicado o vídeo, mas ele está disponível para replicação, desde que respeitada a autoria. Imaginei que fosse do Bial. Sinto muito mesmo. Vc deveria questionar o autor do vídeo acerca dos direitos autorais. Sempre que publico algum texto, respeito os links e o autor.
Grata pela atenção!