"Somos todos viajantes de uma jornada cósmica, poeira de estrelas, girando e dançando nos torvelinhos e redemoinhos do infinito. A vida é eterna. Mas suas expressões são efêmeras, momentâneas, transitórias." Deepak Chopra

domingo, 24 de junho de 2007


Sempre que admiro esta imagem imagino sábias são as leis da natureza...
Certamente regidas por uma força superior, inteligência maior, presentea-nos com estes espetáculos espontâneos e surpreendentes. Poucos ainda tem o alcance de olhar e enxergar!!!
Salve Zambe, Tupã, Olorum, e todos os orixás, em especial minha mãe Yemanjá!

segunda-feira, 18 de junho de 2007

O que eu desejo para você

Desejo primeiro que você ame, e que amando, também seja amado.E que se não for, seja breve em esquecer. E que esquecendo, não guarde mágoa. Desejo, pois, que não seja assim, mas se for, saiba ser sem desesperar.
Desejo também que tenha amigos, que mesmo maus e inconseqüentes, sejam corajosos e fiéis, e que pelo menos num deles você possa confiar sem duvidar.
E porque a vida é assim, desejo ainda que você tenha inimigos. Nem muitos, nem poucos, mas na medida exata para que, algumas vezes, você se interpele a respeito de suas próprias certezas. E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo, para que você não se sinta demasiado seguro.
Desejo depois que você seja útil, mas não insubstituível. E que nos maus momentos, quando não restar mais nada, essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.
Desejo ainda que você seja tolerante, não com os que erram pouco, porque isso é fácil, mas com os que erram muito e irremediavelmente, e que fazendo bom uso dessa tolerância, você sirva de exemplo aos outros.
Desejo que você, sendo jovem, não amadureça depressa demais, e que sendo maduro, não insista em rejuvenescer e que sendo velho, não se dedique ao desespero. Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor e é preciso deixar que eles escorram por entre nós.
Desejo por sinal que você seja triste, não o ano todo, mas apenas um dia. Mas que nesse dia descubra que o riso diário é bom, o riso habitual é insosso e o riso constante é insano.
Desejo que você descubra, com o máximo de urgência, acima e a respeito de tudo, que existem oprimidos, injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta.
Desejo ainda que você afague um gato, alimente um cuco e ouça o joão-de-barro erguer triunfante o seu canto matinal porque, assim, você se sentirá bem por nada.
Desejo também que você plante uma semente, por mais minúscula que seja, e acompanhe o seu crescimento, para que você saiba de quantas muitas vidas é feita uma árvore.
Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro, porque é preciso ser prático. E que pelo menos uma vez por ano coloque um pouco dele na sua frente e diga "Isso é meu", só para que fique bem claro quem é o dono de quem.
Desejo também que nenhum de seus afetos morra, por ele e por você, mas que se morrer, você possa chorar sem se lamentar e sofrer sem se culpar.
Desejo por fim que você sendo homem, tenha uma boa mulher, e que sendo mulher, tenha um bom homem e que se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes, e quando estiverem exaustos e sorridentes, ainda haja amor para recomeçar. E se tudo isso acontecer, não tenho mais nada a te desejar.
Victor Hugo

domingo, 17 de junho de 2007


"Que paz procuras? Podes procurar a paz dos lagos ou a paz das cachoeiras; a paz dos lagos, aparentemente silenciosa, traz em seu seio a lama e a corrupção; a paz das cachoeiras, aparentemente ruidosa, leva consigo a dinâmica da vida. Mergulha na paz dos lagos e todo o teu ser se transformará num arruinado campo de batalha; mergulha na paz das cachoeiras e todo o teu ser entrará na dinâmica silenciosa do próprio Universo".
Delfos (Huberto Rohden)

A Melhor Religião


- Santidade, qual a melhor religião?
O Dalai Lama fez uma pequena pausa, deu um sorriso, me olhou bem nos olhos e afirmou:
- A melhor religião é aquela que te faz melhor.
Para sair da perplexidade diante de tão sábia resposta, voltei a perguntar:
- O que me faz melhor?
E ele respondeu:
- Aquilo que te faz mais compassivo, aquilo que te faz mais sensível, mais desapegado, mais amoroso, mais humanitário, mais responsável... A religião que conseguir fazer isso de ti é a melhor religião.
Calei, maravilhado, diante de sua resposta sábia e irrefutável.
...Todo o oceano divino não cabe no nosso recipiente e toda a grandiosidade de Deus não se exaure nos nossos discursos.
À luz do que disse o Dalai Lama, cada um de nós é desafiado a perguntar-se:
Qual é o meu caminho? Onde é que desabrocha melhor minha humanidade?
Onde posso ter um encontro mais radical com Deus e dar a ele minha reverência?
Onde posso tornar-me um ser de irradiação, capaz, junto com os outros, de crescer em mais humanidade, em mais perdão, em mais capacidade de inclusão de todos, para que ninguém fique excluído do nosso mundo, da nossa comunidade e do nosso amor?
( Conversa entre o Dalai Lama e Leonardo Boff, no intervalo de uma conferência sobre a paz entre os povos, do livro Espiritualidade - Um Caminho de Transformação)

Primeiro Texto

Este é o primeiro texto desta página.
Gostaria que todos os Araxas a abençoassem e fizessem deste espaço um local aberto a discussões elevadas sobre todos os campos do conhecimento humano.
É uma página que pretende expandir a compreensão individual e coletiva sobre Religião, Ciência, Arte e Filosofia.
Sejam todos bem vindos!!!
Aranauan, Axé,Maná, Motumbá, Saravá a todos!