Postagens

Mostrando postagens de Março, 2011

Monja Coen Sensei - Sobre a (in)tolerância

Imagem

APROVADA DELEGACIA DE CRIMES CONTRA INTOLERÂNCIA NO RJ

Imagem
O Rio de Janeiro criará uma delegacia especializada em investigação de atos violentos e discriminatórios por racismo, intolerância religiosa e demais manifestações de preconceito.
A criação da delegacia especializada foi aprovada pela Assembleia Legislativa do Rio, que recuperou um projeto de lei de 2008 que tinha sido vetado. Os deputados derrubaram o veto, transformando em lei o projeto de autoria do deputado Átila Nunes.
O projeto teve votos contrários da bancada evangélica. Alguns deputados afirmaram que "a proposta do Átila Nunes fará com que pastores sejam impedidos de externarem suas opiniões sobre práticas demoníacas, porque poderão ser enquadrados pela nova delegacia". O projeto que data de 2008 só se tornou lei agora, porque os deputados evangélicos tentaram de todas as formas criar obstáculos para a tramitação do projeto. Para eles, "é um cerceamento da liberdade de se poder criticar a macumbaria e outras formas de manifestações ditas religiosas", numa cla…

Antropólogo exibe pedra maia para desmentir o fim do mundo em 2012

Imagem
TABASCO, México, 29 Mar 2011 (AFP) -A pedra do calendário maia que foi interpretada erroneamente como um anúncio do fim do mundo marcado para dezembro de 2012 foi apresentada na terça-feira em Tabasco, sudeste do México. A peça é formada de pedra calcária e esculpida com martelo e cinzel, e está incompleta. "No pouco que podemos apreciá-la, em nenhum de seus lados diz que em 2012 o munod vai acabar", enfatizou José Luis Romero, subdiretor do Instituto Nacional de Antropologia e História. Na pedra está escrita a data de 23 de dezembro de 2012, o que provocou rumores de que os maias teriam previsto o fim do mundo para este dia. Até uma produção hollywoodiana, "2012", foi lançada apresentando esse cenário de Apocalipse. Pedra com calendário teria sido interpretada de forma errada"No pouco que se pode ler, os maias se referem à chegada de um senhor dos céus, coincidindo com o encerramento de um ciclo numérico", afirmou Romero. A data gravada em pedra se refere ao…

Seminário discutirá racismo e Políticas Públicas no Brasil

Imagem
O Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc) em parceria com a Universidade de Brasília realiza, nos dias 30 e 31 de março, o “Seminário Racismo, Igualdade e Políticas Públicas”. O evento contará com alguns dos principais especialistas da área e, além de tratar das desigualdades e do racismo enfrentado pelos brasileiros, tem como objetivo discutir temáticas como: cotas, ações afirmativas, Estatuto da Igualdade Racial, comunidades quilombolas, modelo de desenvolvimento e racismo institucional à luz de experiências internacionais e também da atuação do Estado brasileiro. O racismo é um dos principais fatores estruturantes das injustiças sociais que acometem a sociedade brasileira e, conseqüentemente, é a chave para entender as desigualdades sociais do Brasil. Metade da população brasileira é negra e a maior parte dela é pobre. As inaceitáveis distâncias que ainda separam negros de brancos, em pleno século XXI, são visíveis nas relações diárias e se refletem nos acessos desiguais a bens…

Fenômeno La Niña

Imagem
Roberto Naimehttp://www.ecodebate.com.br/2011/03/30/fenomeno-la-nina-artigo-de-roberto-naime/

O fenômeno La Niña corresponde ao resfriamento anômalo da superfície do mar, na região equatorial do centro e leste do oceano Pacífico. Isso eleva a pressão da região, com a geração de ventos alíseos mais intensos. A duração do fenômeno também é de 12 a 18 meses. Este fenômeno metereológico produz menos danos que o El Niño. Como conseqüência de La Niña, as frentes frias que atingem o sul do Brasil, tem sua passagem acelerada e se tornam mais intensas. Como sofrem menor dissipação no sul e sudeste, muitas vezes atingem a região Nordeste. Quando isto ocorre, o sertão e o litoral baiano e alagoano são afetados por aumentos das chuvas, o que também ocorre a norte e a leste da região amazônica.
Na região centro sul podem ocorrer estiagens com a queda dos índices pluviométricos entre setembro e fevereiro, com a chegada mais intensa de massas de ar polar, gerando antecipação dos períodos de inverno e gr…

A FTU é patrimonio das Religiões Afro-Brasileiras

Imagem

Milarepa Movie Trailer

Imagem

Somatizar: forma de expressar a personalidade através da doença

Imagem
Américo Canhoto A cada dia que passa fica mais fácil perceber a relação entre nossa personalidade e as doenças que nos afligem. Muitos de meus pacientes já fazem essa associação; pena que ainda de forma desconexa. Dr. Voltaram os sintomas, mas sei que foi pela situação que vivi! Fiquei com muita raiva!… – A necessidade de reformar a personalidade já é percebida pela maioria. Um dos problemas é o pensamento mágico induzido pelo sistema de crenças religiosas e cientificas – todo mundo quer uma mágica ou um remedinho milagroso que vai nos tornar pessoas diferentes. Como se processa a transferência dos desajustes da personalidade para o corpo físico? Entender o conceito de homem integral é aceitar que somos algo mais do que células, órgãos, etc. O primeiro passo é desmaterializar o raciocínio: Matéria é um dos estados da energia com uma disposição eletrônica capaz de estimular nossos sentidos do corpo físico. Como analogia nós podemos usar a água em seus vários estados: sólido (gelo), vapor …

Físico diz que setor saúde deve participar do planejamento nuclear do país

Imagem
A catástrofe natural que ocasionou o acidente com os reatores do Complexo Nuclear de Fukushima, no Japão, gerou um alerta para que todo o mundo reveja seus projetos nucleares. E, no Brasil, não é diferente. O país conta com um programa nuclear, mas há setores da sociedade contrários a essa opção. O momento, portanto, é de promover um rico debate sobre o tema, com participação intensa do setor saúde e da população. Em entrevista ao Informe Ensp, o físico e pesquisador-visitante do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz) Tarcisio Cunha contextualiza o acidente ocorrido no Japão, explica as consequências da radiação à população e convoca o setor saúde para discutir o futuro do país em relação ao seu programa nuclear. No dia 11 de março, um forte abalo sísmico atingiu o nordeste do Japão, com magnitude 8,9 na escala Richter e epicentro no oceano, a aproximadamente 130 km da cidade litorânea Sendai. O evento trouxe diver…