Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2013

GT6 - ABHR na USP

Imagem

Ciganos: quando não se adequadar significa ser segregado!

Imagem
Ciganos são primitivos ou apenas pobres? Por DAN BILEFSKY
PARIS - O grupo de ciganos escutava os promotores que os acusavam de ter vendido meninas como noivas por cerca de US$ 270 mil, avaliando seu preço com base na sua habilidade para furtos. Três clãs familiares da Croácia eram acusados de criar meninas e meninos, alguns com apenas 11 anos, para cometer cem roubos em 2011 na França, na Bélgica e na Alemanha. Uma testemunha de 20 anos disse ao tribunal que havia furtado cerca de US$ 600 mil em dinheiro e joias, ou mais de US$ 7.000 por mês, desde os 13 anos de idade. Ladrões menos habilidosos podem ser punidos, inclusive sendo surrados por anciões roma (plural de "rom", forma pela qual muitos ciganos identificam seu próprio grupo étnico). Dos 27 acusados, 26 foram condenados por forçar crianças a furtar, tendo recebido penas de dois a oito anos de prisão. No topo da rede estava uma avó de 66 anos. Esse caso em Nancy ilustra um debate cada vez mais ruidoso na Europa acerca do qu…

Simpósio Internacional da ABHR! Amanhã!!!!!!

Imagem
Amanhã inicia-se o 1o Simpósio Internacional da ABHR - USP!
Envio o link com as informações gerais do evento e com a programação exata do nosso GT - Escolas das Religiões Afro-brasileiras, caso alguém não o tenha visto antes: http://www.sudesteabhr.net.br/wp-content/uploads/2013/10/Caderno-de-Programa%C3%A7%C3%A3o-e-Resumos-23-ABHR.pdf

Repensando o Sincretismo - Sérgio Ferretti e Arché Editora

Imagem
Caros leitores, 
O 1° Simpósio Internacional da ABHR tem como mote o título "Diversidades e (In)Tolerâncias Religiosas", e a Arché Editora aproveita o ensejo para relançar obra que se mostra cada vez mais atual no cenário dos estudos de ciências da religião, teologia, ciências sociais e antropologia: de 1995, Repensando o Sincretismo, de Sérgio Ferretti, ganha segunda edição, em trabalho conjunto da Arché Editora e Edusp. 
O livro apresenta a pesquisa do autor e pesquisador sobre o tambor de mina na Casa das Minas e suas relações com origens africanas e o catolicismo: confluência de diversidades em uma só palavra, qual seja, o sincretismo, cada vez mais atual no universo das religiões afro-brasileiras.
O evento de lançamento, que faz da programação noturna do dia 30 de outubro, a partir das 18h, ocorrerá concomitantemente a atividades do Fazendo Arte (mostra artística) da ABHR e ao evento de homenagem aos professores Sérgio e Mundicarmo Ferretti (UFMA).
Aguardamos vocês esta qua…

Escolas das Religiões Afro-brasileiras - Editora Arché

Imagem
É com muita alegria que comunicamos que para o final de outubro será lançada a segunda reimpressão do livro Escolas das Religiões Afro-brasileiras - tradição oral e escrita, de F. Rivas Neto. Um livro importante no cenário das Religiões Afro-brasileiras, com quarta capa assinada por Reginaldo Prandi!

O Mito de Origem - Maria Elise Rivas

Imagem
Caros leitores,

O próximo livro da Arché Editora que será lançado na ABHR dia 30 de outubro, às 20h, é O Mito de Origem: uma revisão do ethos umbandista no discurso histórico, de Maria Elise. G. B. M. Rivas, sacerdotisa das Religiões Afro-brasileiras, teóloga formada pela Faculdade de Teologia Umbandista, da qual é vice-diretora.
Sobre o livro:
Zélio Fernandino de Morais foi o fundador da Umbanda. Verdade ou mito? Para tratar desse assunto, Maria Elise G. B. M. Rivas recorre à formação da identidade brasileira, ou das identidades, investigando relações entre suas matrizes constituintes e questionando momentos históricos estabelecidos como verdades imutáveis. Assim, a pesquisadora e sacerdotisa das religiões afro-brasileiras traz à tona os preconceitos e interesses de determinadas classes do tecido social que levaram ou - por quê não? - forçaram a história a demarcar dia, hora, lugar e profeta para a revelação de uma religião que não é única nem una, mas muitas e diversas, aduzindo argume…

Umbanda e Teologia da Felicidade - Arché Editora! Confiram

Imagem
Caros leitores, 

Prosseguindo com nossa semana de novidades, o próximo livro da Arché Editora que será lançado na ABHR dia 30 de outubro, às 20h, é Umbanda e teologia da felicidade, de Fernanda L. Ribeiro, aluna formada teóloga pela FTU - Faculdade de Teologia Umbandista. 


O livro trata de um assunto conhecido de todos nós: a felicidade. Mas o que é felicidade? Como esse conceito mudou ao longo do tempo e como um adepto das religiões afro-brasileiras concilia a busca por felicidade com sua prática religiosa e seu dia a dia? É o que a autora investiga, dos templos gregos aos terreiros afro-brasileiros, a partir dos resultados de pesquisa de campo.
Fernanda L. Ribeiro apresenta bibliografia rica e exposições claras e sinceras de uma pesquisadora da academia, de uma filha de santo, enfim, de uma pessoa como todos nós.
Aguradamos você no dia 30/10, a partir das 18hs, na Casa de Cultura Japonesa (Av. Prof. Lineu Prestes, nº 159), FFLCH.

Afinal, o que é Macumba?

Imagem
No dia 30/10, a partir das 18hs, na Casa de Cultura Japonesa (Av. Prof. Lineu Prestes, nº 159), FFLCH, a Arché Editora estará lançando novas obras, em uma noite de autógrafos. 
A obra que estaremos divulgando hoje é "Afinal o que é Macumba?", da teóloga formada pela pela FTU - Faculdade de Teologia Umbandista, Michelle Esteves Soares.
Este livro aborda sucintamente este tema ainda polêmico para muitos: a Macumba. Religião, instrumento ou feitiço? A autora responde a essas e outras questões partindo de análise etimológica e analisando as mudanças sócio-históricas que permeiam o conceito de Macumba, em um texto fluido e informativo sobre o assunto.
Compareçam!

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=590459577656880&set=a.411705392198967.80685.408563235846516&type=1&theater

Arché: Novos lançamentos durante a ABHR! Confiram!

Imagem
Aranauan a todos.
A Arché Editora participará em conjunto com a FTU, do 1° Simpósio Sudeste da ABHR e 1° Simpósio Internacional da ABHR nos dias 29 a 31 de outubro.
Nesta ocasião, serão expostos seus livros no saguão do Departamento de História da USP, à frente das mesas de credenciamento do evento. Endereço: Av. Prof. Luciano Gualberto, 315 das 9 às 18hs.
No dia 30 de outubro, a partir das 18hs, na Casa de Cultura Japonesa (Av. Prof. Lineu Prestes, nº 159), FFLCH, a Arché lançará novas obras, em uma noite de autógrafos. 
Duas delas são de nossas irmãs Yamaracyê (O Mito de Origem) e Fernanda Ribeiro (Umbanda e Teologia da Felicidade). 
Teremos também a obra da Michelle E. Soares, aluna formada bacharel em Teologia pela FTU (Afinal, o que é Macumba?), e a obra do renomado antropólogo presente várias vezes na FTU, Sérgio Ferretti (Repensando o Sincretismo), uma coedição com a Edusp.
Não podendo esquecer de mencionar a 2a reimpressão do livro do nosso Mestre: Escolas das Religiões Afro-…

Ensino Religioso aumenta intolerância nas Escolas Públicas - Stela Guedes Caputo

Imagem
Encantada com o aprendizado e as crianças nos terreiros, a autora de ‘Educação nos terreiros – e como a escola se relaciona com as crianças do candomblé’, publicado pela Pallas em 2012, Stela Guedes Caputo, pesquisou a fundo a relação da religião afro-brasileira com a educação pública no Rio de Janeiro.
Defensora da extinção do ensino religioso obrigatório, ela evidencia em suas pesquisas como essas crianças sofrem com a discriminação nos colégios. Segundo ela, o cenário tende a piorar, com o conservadorismo se enraizando cada vez mais no conteúdo das disciplinas e a pauta do Vaticano sendo incorporada.

Na entrevista ela revela como são estabelecidos os critérios da formação dos professores, os conteúdos dos materiais didáticos, as verbas destinadas para esse objetivo e suas perspectivas, além de denunciar como o modelo idealizado pelo governo está desconectado à prática nas salas de aula. Propõe, ainda, uma PEC para retirar a obrigatoriedade do ensino religioso da Constituição.

Você …

O quanto Judas e Pilatos temos sido?

Imagem
A globalização da indiferença

A definição do papa Francisco descreve o naufrágio de Lampedusa