Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2011

Genial!

Imagem

Hipertensão arterial sistêmica e o sal

Imagem
Frederico Lobo O sal é um composto químico natural e abundante na Terra. É constituído de Cloro (Cl) e Sódio (Na) que ao se unirem formam o Cloreto de sódio (NaCl). Na mistural de Na com Cl 40% corresponde ao Sódio e 60% de cloreto. Logo, 1g de Sal tem 0,4g de Sódio e 0,6g de Cloreto. Existe basicamente 2 tipos de sal:
1) Sal marinho: é extraído através da evaporação da água do mar,
2) Sal de rocha também conhecido como sal-gema: é retirado das minas subterrâneas que são resultantes de mares e lagos antigos que secaram. Apesar da abundância hoje conhecida, durante muitos séculos o sal foi considerado muito precioso, principalmente pela sua ação de preservar os alimentos. Já foi denominado ouro branco. Os Gregos e Romanos, utilizavam o sal como moeda para suas compras e vendas e com este condimento os romanos eram pagos, por isso surgiu a palavra salário que deriva de sal. Foi também considerado um artigo de luxo e só os mais ricos tinham acesso a ele. O sal em seu estado puro consiste de clo…

Brasil deve colocar a "casa em ordem" para conseguir vaga no Conselho de Segurança, diz Anistia Internacional

Imagem
Fabíola Ortiz
Especial para o UOL Notícias
No Rio de Janeiro



O Brasil deve colocar a sua “própria casa em ordem” se quiser ser um ator global e conquistar uma vaga permanente no Conselho de Segurança das Nações Unidas, afirmou nesta terça-feira (26) o secretário-geral da Anistia Internacional, Salil Shetty, em seu segundo dia de visita ao Rio de Janeiro.
“Se o Brasil quer  ter um assento no Conselho de Segurança e se tornar um ‘player’ internacional, ele precisa colocar a sua própria casa em ordem, e também ter uma posição muito clara dos direitos humanos”, defendeu o representante da organização que completa, em 2011, 50 anos de atuação. Salil Shetty afirmou à imprensa que a presidente Dilma Rousseff deixou claro que vai colocar os direitos humanos no topo da agenda, mas, segundo ele, será preciso acompanhar para ver se “haverá ações e não apenas discursos”. O secretário-geral esteve reunido hoje com representantes da Pastoral das Favelas da Arquidiocese do Rio de Janeiro, além de defensor…

Combate a atos de discriminação na internet

A Fundação Cultural Palmares está divulgando campanha para que sejam denunciados casos de homofobia (aversão aos homossexuais), misoginia (discriminação contra as mulheres), xenofobia (aversão a estrangeiros) e racismo (contra negros e indígenas, sobretudo). Como “fiscais da cidadania”, estimula que sejam feitas pesquisas e encaminhem às autoridades endereços de redes sociais, blogs e sites que pregam o ódio ao outro.
http://lassuncao.blogspot.com/2011/04/combate-atos-de-discriminacao-na.html

ONU acusa Brasil de desalojar pessoas à força por conta da Copa e Olimpíadas

Imagem
Da EFE Em Genebra

"Estou particularmente preocupada com o que parece ser um padrão de atuação, de falta de transparência e de consulta, de falta de diálogo, de falta de negociação justa e de participação das comunidades afetadas em processos de desalojamentos executados ou planejados em conexão com a Copa e os Jogos Olímpicos", avaliou.
Raquel destacou que os casos denunciados se produziram em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Recife, Natal e Fortaleza.
A relatora explicou que já foram feitos múltiplos despejos de inquilinos sem que se tenha dado às famílias tempo para propor e discutir alternativas.
"Foi dada insuficiente atenção ao acesso às infraestruturas, serviços e meios de subsistência nos lugares onde essas pessoas foram realojadas", afirmou Raquel. "Também estou muito preocupada com a pouca compensação oferecida às comunidades afetadas, o que é ainda mais grave dado o aumento do valor dos terrenos nos lugares onde se constru…

Pacientes não são consumidores

Imagem
Esta semana, o The Times mostrou a reação do Congresso contra o Comitê Independente de Aconselhamento de Pagamentos, uma parte fundamental das iniciativas do governo para restringir os gastos com o sistema de saúde. Essa reação era previsível; além de ser profundamente irresponsável, como explicarei logo mais.

Mas outra coisa me chamou a atenção enquanto eu observava os argumentos republicanos contra o comitê, que estão fundamentados na ideia de que o que, de fato, precisamos fazer, como coloca a proposta de orçamento da Câmara, é “tornar os programas de saúde do governo mais adaptáveis à escolha do consumidor.”

Eis minha questão: como é que se tornou normal, ou até mesmo aceitável, referir-se aos pacientes médicos como “consumidores”? A relação entre paciente e médico costumava ser considerada algo especial, quase sagrado. Agora os políticos e supostos reformistas falam sobre o ato de receber cuidados médicos como se não fosse algo diferente de uma transação comercial, como comprar u…

Pai Rivas publica mais um texto em seu Blog! Confiram!

Pai Rivas publica mais um texto em seu Blog! Confiram!

A Globo não esperava por isso!

Imagem

Ignorância globalizada

Imagem
Efraim Rodrigues

Em uma de minhas aulas aqui nos EUA, um aluno me contou sobre uma pesquisa do Instituto Rasmussen que mostra que somente 57% dos democratas acreditam que a mudanças climáticas são resultado de atividades humanas. Entre os republicanos, esta porcentagem cai a 21%. Como recentemente a população tem estado bem dividida entre democratas e republicanos, o resultado é que mais norte-americanos não crêem que o clima está mudando, ou que se está mudando não é por culpa nossa, do que aqueles que crêem na realidade pura e simples. O assunto me interessou e saí internet afora caçando outras pesquisas de opinião parecidas. Uma outra pesquisa de Yale confirma a anterior e também na Inglaterra uma pesquisa da BBC mostra que 26% da população acredita que as mudanças climáticas são causadas por nós. Mais que uma sociedade infantilizada pela informação superficial, pela exigência de juventude e recompensa imediata para tudo, somos também crianças mimadas, para quem tem sido dadas opções …

Mudança de data de concurso por crença religiosa será analisada em repercussão

Assunto tratado no Recurso Extraordinário (RE) 611874 interposto pela União teve manifestação favorável do Supremo Tribunal Federal (STF) quanto à repercussão geral. O Plenário Virtual da Corte, por votação unânime, considerou que o caso extrapola os interesses subjetivos das partes, uma vez que trata da possibilidade de alteração de data e horário em concurso público para candidato adventista.

O caso

O caso diz respeito à análise de um mandado de segurança, pela Corte Especial do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), que entendeu que candidato adventista pode alterar data ou horário de prova estabelecidos no calendário de concurso público, contanto que não haja mudança no cronograma do certame, nem prejuízo de espécie alguma à atividade administrativa. O TRF1 concedeu a ordem por entender que o deferimento do pedido atendia à finalidade pública de recrutar os candidatos mais bem preparados para o cargo. Essa é a decisão questionada pela União perante o Supremo.

Natural de Mac…

Salve Zeca!

Imagem

Passeio socrático

Imagem
Outro dia, eu observava o movimento do aeroporto de São Paulo: a sala de espera cheia de executivos
dependurados em telefones celulares; mostravam-se preocupados, ansiosos e, na lanchonete, comiam
mais do que deviam. Com certeza, já haviam tomado café da manhã em casa, mas como a companhia aérea oferecia outro café, muitos demonstravam um apetite voraz.
Aquilo me fez refletir: Qual dos dois modelos produz felicidade? O dos monges ou o dos executivos?

Encontrei Daniela, 10 anos, no elevador, às nove da manhã, e perguntei: “Não foi à aula?” Ela respondeu: “Não; minha aula é à tarde”. Comemorei: “Que bom, então de manhã você pode brincar, dormir um pouco mais”. “Não”, ela retrucou, “tenho tanta coisa de manhã...” “Que tanta coisa?”, indaguei. “Aulas de inglês, balé, pintura, piscina”, e começou a elencar seu programa de garota robotizada. Fiquei pensando: “Que pena, a Daniela não disse: ‘Tenho aula de meditação!"

A sociedade na qual vivemos constrói super-homens e supermulheres, tot…

As novas regras da ABNT

Por Aldo Cardoso

Entra em vigor a nova NBR sobre elaboração de Trabalhos Acadêmicos.

Vejam a notícia completa no link abaixo (site da ABNT):
Do Blog Prática da Pesquisa.com.br

Entra em vigor a nova NBR sobre elaboração de Trabalhos Acadêmicos

A partir de hoje (17.04.2011) entra em vigor a terceira edição da NBR 14724 que disciplina a elaboração de Trabalhos Acadêmicos. Publicada pela ABNT em 17.03.2011, esta norma foi elaborada pelo Comitê Brasileiro de Documentação e Informação e pela Comissão de Estudos de Documentação. O projeto foi submetido à Consulta Pública Nacional no período de 08.10.2010 a 06.12.2010.
Como estamos na metade do semestre e muitos alunos estão elaborando os seus TCCs, é importante que as instituições de ensino superior estabeleçam regras de transição para aplicação desta norma.
Outro processo de revisão também está em trâmite. Trata-se da atualização da NBR 10520 que disciplina a apresentação de citações em trabalhos acadêmicos. A consulta pública está abe…

O deputado ético José Antonio Reguffe, que abriu mão das mordomias, já tem um companheiro na Câmara. É Carlos Sampaio, um promotor paulista que dispensou o aumento de salário.

Imagem
Carlos Newton

Aos poucos, vão surgindo novos parlamentares que podem nos surpreender. Depois do deputado José Antonio Reguffe, do PDT de Brasília, agora desponta o deputado Carlos Sampaio. É um jovem promotor de Justiça, eleito pelo PSDB de São Paulo, que após tomar posse determinou à Diretoria da Câmara que descontasse mensalmente de sua verba de representação o equivalente aos 60% do aumento de salários que escandalizou boa parte da opinião pública, abrindo mão do novo salário de 26,7 mil e retornando ao salário anterior, de 16,5 mil.

Reguffe, por sua vez, de uma tacada só protocolou vários ofícios na Diretoria-Geral da Casa. Abriu mão dos salários extras que os parlamentares recebem (14° e 15° salários), reduziu sua verba de gabinete e o número de assessores a que teria direito, de 25 para apenas 9. E tudo em caráter irrevogável, nem se ele quiser poderá voltar atrás. Além disso, reduziu em mais de 80% a cota interna do gabinete, o chamado “cotão”. Dos R$ 23.030 a que teria direito p…