"Somos todos viajantes de uma jornada cósmica, poeira de estrelas, girando e dançando nos torvelinhos e redemoinhos do infinito. A vida é eterna. Mas suas expressões são efêmeras, momentâneas, transitórias." Deepak Chopra

terça-feira, 30 de julho de 2013

Água, esta maravilhosa estrutura, de tão simples, sofisticada!




aiaiaiai...
Eu bebo água do rio Tietê, que informações recebo??? Ele bebe água do rio Reno... aff. Bem que eu gostaria de beber sempre água da fonte, mas então, ela estaria quase pura, sem informações. Se pensarmos mais, quando bebemos água mineral, bebemos que tipo de informação??? 
Eu me lembro das aulas do Ysao Yamamura, que falava dos tipos de água para beber. Mas ele falava quanto à quantidade de Yin e Yang, nunca da memória da água. Ele dizia que água de coco era a mais nobre das águas, pois carreava o Yang mais puro. Água de poço, ou mineral eram as mais pesadas, pois carreavam mais Yin. Água da cachoeira, era Yang. E portanto, ele aconselhava a ingerir água de acordo com sua fonte, nunca de acordo com seu trajeto. Esta é uma nova perspectiva a ser considerada.
Se somos compostos de 70% de água, e se esta água recebe todas as informações que nela se envolvem, o que estamos vibrando sobre esta água que nos compõe? Que informações transmitimos na água que eliminamos (suor, lágrima, saliva, respiração, excreções)? Que tipo de informações emitimos por meio da água que perdemos todos os dias? Como isso influencia nosso meio, a natureza, o equilíbrio da Terra? Será que nisto consiste o conceito de Cordas? 
Fica fácil entender agora como podemos "sentir" o que o outro está sentindo, sentir o cheiro, os pensamentos, a vibratória de cada um. Por isso uns agradam tanto, enquanto outros nos causam repulsa... agora posso entender melhor quando se diz que somos o que pensamos, sentimos, comemos e respiramos.
Na Umbanda, Vô Mata e Silva e Pai Rivas já falavam sobre as 7 águas. Preciso ler mais sobre isso. Bendita sabedoria da tradição oral, que não espera a ciência para espalhar as verdades escondidas na aurora dos tempos.

2 comentários:

Emilia Ivone disse...

Obaositala,Aranauam,
Sou filha espiritual do Yarataman (Porto Alegre). Achei EXCELENTE o seu comentário sobre o vídeo "Memória da Água". Por isto, tomei a liberdade de (re)postá-lo em meu blog, com uma versão em Inglês. No entanto, se isto não for de seu agrado, com certeza, deletarei minha postagem.
Um abraço, Emilia Ivone

Obaositala disse...

Emile Ivone, fique à vontade para repostar tudo que quiser em seu Blog. Quando colocamos nossos comentários na rede é com a intenção de dividi-los.
Se eles forem úteis, utiliza-os.
Aranauam!
Obaositala