"Somos todos viajantes de uma jornada cósmica, poeira de estrelas, girando e dançando nos torvelinhos e redemoinhos do infinito. A vida é eterna. Mas suas expressões são efêmeras, momentâneas, transitórias." Deepak Chopra

domingo, 24 de julho de 2011

IBAMA e o extermínio programado dos Indígenas Brasileiros.

Em entrevista ao programa australiano 60 Minutos, o atual presidente do IBAMA, Curt Trennepohl, afirmou que seu trabalho não é cuidar do meio ambiente, mas minimizar os impactos ambientais. A edição do programa abordou a polêmica em torno da construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, na bacia do rio Xingu, no Pará.

Ao responder que estava com a consciência tranquila com a decisão de autorizar o início das obras, Trennepohl foi confrontado pela jornalista.
Visivelmente irritado, Trennepohl cortou a entrevista quando a jornalista Allison Langdon afirmou que os povos indígenas do Xingu não estão dormindo bem por causa da decisão do IBAMA de autorizar o início das obras.
Mas, quando o cinegrafista saiu da sala, o presidente do IBAMA falou o que realmente pensa sobre os povos do Xingu, sem se dar conta que ainda estava com o microfone ligado.
Resumindo, Trennepohl afirmou que o Brasil fará com os povos indígenas o mesmo que a Austrália fez com os aborígenes, que foram exterminados por colonos britânicos que ocuparam a ilha ao longo do século 19.

Nenhum comentário: