"Somos todos viajantes de uma jornada cósmica, poeira de estrelas, girando e dançando nos torvelinhos e redemoinhos do infinito. A vida é eterna. Mas suas expressões são efêmeras, momentâneas, transitórias." Deepak Chopra

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Embu das Artes dando o exemplo!!! Paó!!!

 http://www.embu.sp.gov.br/e-gov/noticia/index.php?ver=3338

Educação de Embu das Artes vence Prêmio Nacional de Direitos Humanos

Destaque
O governo Chico Brito, e especialmente, a população de Embu das Artes têm mais um importante prêmio a comemorar: o 1º lugar no Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos 2010. Os projetos vencedores foram anunciados na Cerimônia de Entrega na noite de ontem, 18/11, em Brasília (DF).
Embu sagrou-se vencedora na categoria As Secretarias de Educação na Construção da Educação em Direitos Humanos com o projeto Por uma Educação Libertadora e Igualitária para Todos. A cidade de Curitiba ficou em segundo lugar.
Além de parabenizar toda a equipe da Secretaria Municipal de Educação, conduzida pela professora Rosimary Mendes de Matos, e a professora e membro do Comitê Paulista de Educação em Direitos Humanos que esteve à frente do projeto, Lúcia Maria de Queiroz Ferreira, o prefeito Chico Brito dedica o prêmio à população de Embu. "Todas as ações do nosso governo e todas as nossas conquistas são feitas para o povo e junto com a população da nossa cidade, portanto este prêmio – numa área de tamanha importância que é a Educação em Direitos Humanos – é de todos e todas embuenses", declarou o prefeito.
Chico Brito acrescentou ainda: “Por meio do sistema municipal de ensino, estamos revolucionando a educação, formando cidadãos do futuro para que o dia de amanhã seja melhor que o de hoje. Dessa forma, acreditamos que a nossa sociedade está se tornando mais humana, justa e igualitária”.
Para a secretária de Educação, o prêmio representa o contínuo trabalho formativo e educativo em prol de uma educação libertadora e igualitária, cujo resultado é fundamental para a melhoria das ações realizadas nas escolas do município.
Segundo Lúcia Maria de Queiroz Ferreira, é muito gratificante que Embu das Artes tenha sido reconhecida por pessoas altamente inteligentes e preparadas da área de direitos humanos. “A conquista dá mais motivação para que possamos continuar desenvolvendo políticas públicas que conscientizem as pessoas de que os direitos são para todos” – declarou.  
O prêmio é uma iniciativa da Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura, em parceria com o Ministério da Educação, a Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República e a Fundação SM.

Nenhum comentário: