"Somos todos viajantes de uma jornada cósmica - poeira de estrelas, girando e dançando nos torvelinhos e redemoinhos do infinito. A vida é eterna. Mas suas expressões são efêmeras, momentâneas, transitórias. " Deepak Chopra

sábado, 23 de outubro de 2010

II Forum de Ensino Superior sobre os desafios para o ensino de Historia e Cultura Africana e Indigena


Termina hoje o Fórum De Ensino superior sobre os desafios para o ensino de História e Cultura Africana e Indígena na Universidade Presbiteria Mackenzie. Esta foi uma parceria da Prefeitura de São Paulo 
Horário: 21 outubro 2010 a 23 outubro 2010.
Telefone:http://telecentros.sp.gov.br/img/arquivos/Folder_internet_15pg.pdf
Organizado por: Coordenadoria dos Assuntos da População Negra (CONE) juntamente com o Núcleo Étnico – Cultural da Secretaria Municipal de Educação
O II Fórum é uma iniciativa da Coordenadoria dos Assuntos da População Negra (CONE) juntamente com o Núcleo Étnico – Cultural da Secretaria Municipal de Educação. O objetivo é discutir a aplicação das Leis 10.639 e 11.645, que caracterizam como obrigatório o ensino da cultura afro-brasileira e indígena nas escolas.
O II Fórum do Ensino Superior serve também como uma forma das instituições participantes fazer a troca de experiências de programas e projetos elaborados sobre o tema.
Ao longo dos três dias, os participantes poderão acompanhar conferências, palestras, oficinas e lançamentos de publicações sobre a temática. Os interessados a participar devem enviar um e-mail para: forumeduccone@prefeitura.sp.gov.br ou pelo telefone: 3113-9745. Confira a programação do folder completa.
O II Fórum é destinado principalmente para docentes, discentes, diretores e educadores de Universidades e professores, coordenadores e diretores de Escolas Municipais de São Paulo. Além de todos que se interessam pelo tema e queiram intercambiar experiências e conhecimento com os demais participantes.
Além da Universidade Presbiteriana Mackenzie, a realização do II Fórum do Ensino Superior conta com o apoio das Universidades: PUC-SP; UNIDERP; Belas Artes; Unicastelo; FAMOSP; UNISA; Zumbi dos Palmares; UNIFESP; UNASP; São Camilo; UniSant’Anna; Faculdade Anhanguera; UNIBAN; FESPSP; Faculdade Izildinha. Também participam as editoras Summus, Paulus, Peirópolis, Quilombhoje, Mazza, o Núcleo de Estudos NEINB e a Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial.



PS:
Gostaria de deixar aqui manifestada minha opinião sobre este evento. Minha opinião reflete apenas a minha opinião, e não falo em nome de mais ninguém.
Fui ao evento com muitas expectativas, afinal é de se estranhar que queiram discutir o ensino de culturas ditas de periferia, tão discriminadas como a  nossa. Portanto, para mim significava um grande progresso assistir a um Fórum de tamanha repercussão numa Universidade Presbiteriana. Será que as coisas estavam mudando? 
Minha alegria não durou muito. 
Ao chegarmos lá o que observamos foi uma completa desorganização do evento, uma equipe despreparada, que não soube dar vazão às dificuldade do momento.
Pelo tamanho da sala que reservaram para o evento não caberia ali nem metade dos inscritos. E obviamente isto causou um tumulto imenso. Metade dos participantes foram embora, a outra metade foi embora indignada com todos os absurdos que vieram a ocorrer depois.
Estava previsto que o evento seria iniciado com o Coral indígena Ceci Jaragua e o Coral Quatro Vozes. E foi bonito de se ver aqueles indiozinhos todos arrumados esperando o evento emocionante.  Foi assustador perceber a decepção deles, pois não tinham espaço para cantar. Ninguém pensou nisso?  
Mais assustador ainda foi ouvir o discurso indignado do Índio Daniel Mancacaru, que desabafou sua inconformação. Segundo ele, e é de se pensar, os organizadores do evento não haviam convidado um índio para a mesa de discussões, os negros estavam discriminando os índios  da mesma forma que os negros sofriam discriminação dos brancos.
Diante de tamanho escândalo, não voltei mais ao evento, que continuaria na sexta e se encerrará hoje.
Acho que esta tenebrosa experiência deve nos levar à reflexão.
Será que a equipe organizadora não pensou que haveriam tantos participantes? Não controlou o número de as inscrições? Eu mandei a minha via internet. O próprio panfleto de promoção falava em 300 vagas. A sala não comportava isso. Não havia espaço para apresentação musical.
Ou será que fomos mais uma vez discriminados, e propositadamente induzidos àquela confusão somente para mostrar que estamos na periferia porque somos desordeiros, deseducados e agressivos?
Vale a reflexão...

3 comentários:

Anônimo disse...

Being superior to determine stretch, expedite, and previously is the description to move in the course an intersection safely.
A reputable [url=http://www.floridatrafficinstitute.com]florida traffic school [/url]can help you understand this.
Drivers be obliged be gifted to adjudge how much time it will take them to proceed through the intersection at their widespread suddenness of travel.
Do they acquire the ease at that precipitateness to safely travelling the required reserve before a cross-traffic status quo occurs?
You obligated to be predisposed to hold back within the pattern 100 feet previously to to an intersection.
If you happen to pass these marks, do not turn tail from your conveyance up, as pedestrians may be walking behind your vehicle.
Parenthetically lanes are for passing. There is no secret or dodge to driving, the driver just needs to be paying attention.
Motor mechanism operators should usage a en passant lane when the attempted maneuver is perceived as risk-free and prudent and can be completed without the have recourse to of exorbitant speed.
The maneuver requirement also be completed within a tenable amount of mores, and the driver must acquire fitting visibility of all roadways and vehicles he or she may lay hold of or be specious by.
Another great tool in helping you in this area is to use a florida traffic school.
Drivers should be advised that highway on-ramps are object of entrance to and preparation after highway driving. When entering highways, drivers forced to no longer voyages at the drastically reduced speeds predetermined quest of see driving.
Drivers are called upon to increase speeds to that of the highway traffic and utilize the on-ramp and resultant merging lanes as a means to whirl smoothly into highway traffic.
Drivers necessity signal, wax speed, and merge safely into the flow of traffic.
Combine lanes, of route, are acquainted with for “merging” – they are typically unexpectedly at near mould and pass on cessation at some location in time. Lane closures also end at some tip in time.
Closed lanes on a highway demand unorthodox acclaim and driver courtesy.
Some drivers transfer wait until the form reasonable moment and bid to pry out into transport ahead the lane closes.
Other drivers impecuniousness to be cognizant that these drivers are a definite danger to the flow of traffic. Attempts to block such capricious drivers may prospect to other more serious consequences, such as driver confrontations or multiple jalopy crashes.
All drivers from a charge to adjust their dispatch in order to earmark gaps in the interest merging traffic. If drivers suitably place their following interval, these adjustments wish be negligible and importantly effectual to the soft run of traffic. If you are traveling in the proper lane and you technique a freeway onramp, you should be aware that other movement may try to coalesce either in show of you or behind you.
If you can, it is finest to make a deep impression on in default of the revenge lane to tolerate these vehicles easier entrance.
More tips on defensive driving will follow.

Anônimo disse...

[url=http://kredyty-finanse.eu/kredyt-inwestycyjny]kredyt inwestycyjny dla firm[/url]

Anônimo disse...

[url=http://najgraj.pl]Gry[/url]

[url=http://najgraj.pl]http://najgraj.pl/es/opis,gry,4070,19,0.html
http://najgraj.pl/ru/podobne,gry,893,6,0.html
http://najgraj.pl/lv/opis,gry,4367,19,0.html
[/url]